Montserrat Caballé revela ter um tumor na cabeça

A soprano espanhola Montserrat Caballé confessou que há 20 anos tem um tumor benigno na cabeça. "Ele foi detectado há 20 anos em Nova York. Na época, os médicos me deram três anos de vida", disse Caballé em uma entrevista que será publicada na edição de quinta-feira do semanário alemão Die Zeit.Pouco depois da descoberta, o tumor foi diagnosticado como benigno, por isso a cantora catalã decidiu chamá-lo de seu "pequeno amigo". "É um amigo que precisa ser mantido sob observação", diz a soprano, que nesta quarta-feira completa 73 anos.Para Monrserrat, desde a descoberta, "a vida é um presente maior que antes", e conta que sonha em "fundar uma escola de ópera"."Há muitas vozes jovens fantásticas que não são suficientemente promovidas", explicou a cantora antes de acrescentar que a criação de uma escola de ópera "é um sonho que certamente não se realizará, pois não tenho o dinheiro necessário. Não sou um tenor", assinalou Montserrat Caballé ao semanário Die Zeit.

Agencia Estado,

11 de abril de 2006 | 17h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.