Duda Brack
Duda Brack

Mimo Festival anuncia sua programação para 2021

Dentre os artistas que farão shows inéditos exibidos pelo canal da Mimo no YouTube nos dias 26, 27 e 28 de março, estarão Luedji Luna, Cida Moreira e Duda Brack

Julio Maria, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2021 | 18h27

A programação do festival Mimo 2021 foi divulgada pela produção do evento. Os dias de exibição dos shows, todos gravados previamente, serão 26, 27 e 28 de março e a plataforma será o canal do YouTube do festival. Esta edição estará focada em atrações nacionais, ao contrário dos anos anteriores. A pandemia e o mercado de entretenimento em retração certamente influencia nisso. Ainda assim, a produtora Lu Araújo, há 16 anos à frente de uma das mais gratas experiências de festivais do país, mantém a dignidade de sua programação. Além dos shows inéditos, haverá filmes, palestras e workshops.

As atrações do dia 26 serão Cristina Braga, Marcos Ribeiro e Ricardo Medeiros; as cantoras Duda Brack e Cida Moreira e o pernambucano Otto. No dia seguinte, os shows serão de Duo Santoro, Luciane Dom, Caio Prado, Tuyo, Pedro Luis e Luedji Luna. E no encerramento, o duo Ana de Oliveira e Sergio Ferraz; Natascha Falcão; Almério; Zé Manoel e a única atração internacional, o quarteto francês Nouvelle Vague. Todos os dias haverá abertura de DJ Montano. 

Vai valer saber de Duda Brack depois de um tempo sem notícias, apesar do entusiasmo da crítica com suas primeiras aparições. Ela gravou recentemente uma ótima canção com Ney Matogrosso e seguiu gestando seu álbum com discrição. Cida Moreira faz uma avant-première de seu bem resenhado Um Copo de Veneno. E Otto, figura conhecida dos line-ups da Mimo, faz um repasse de sua carreira. Do segundo dia, muito frescor da produção atual: Luciane Dom, Caio Prado, Tuyo, um trio eletrônico, e Luedli Luna, que traz o novo álbum, Bom Mesmo é estar Debaixo D’Água.

Mais conexão com o novo na terceira noite, quando a pernambucana Natascha Falcão mostrra o repertório, em primeira mão, de Ave Mulher; Almério, em processo de gravação de álbum, retoma suas primeiras aventuras e  Zé Manoel traz o excelente álbum Do meu coração nu, produzido por Luisão Pereira. O show gravado em Paris do arrebatador Nouvelle Vague encerra a temporada.

Fazem falta as descobertas transformadoras que a Mimo proporciona em tempos normais. Os africanos, os europeus do leste, os ingleses, os escoceses, os sul-americanos. Mas, ainda que sem poder ir tão longe, o festival mostra o quanto temos a nos surpreender com o que se passa ao lado.

Cinema, workshops e ideias

Serão seis filmes disponíveis na plataforma Vimeo. Os títulos e os respectivos filmes ainda não foram divulgados. Os workshops técnicos, coordenados por Daniela Pastore, terão os seguintes assuntos:  o áudio para novos formatos – shows gravados e transmitidos; conceitos básicos de áudio; e direção técnica para novos formatos. E o Fórum de Ideias, com a curadoria de Lu Araujo e Chris Fuscaldo, vai tratar dos seguintes temas: novos formatos e experiências no mercado da música nacional; o papel das artes no combate ao racismo; a memória como salvação: por que não esquecer artistas que fizeram nossa história; e biógrafos e biografias: os desafios e prazeres de se escrever a vida de alguém.

Tudo o que sabemos sobre:
Festival Mimomúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.