AFP
AFP

Miley Cyrus doa revistas de Caitlyn Jenner e arrecada US$ 69 mil para pesquisas da aids

Cantora também é conhecida por sua Fundação Happy Hippie, que ajuda conscientizar pessoas a respeito do público LGBT

Reuters

17 de junho de 2015 | 14h30

A cantora pop Miley Cyrus espalhou gliter e tinta sobre capas de revista com a foto da estrela de reality show e transgênero Caitlyn Jenner e as doou durante um leilão de gala, arrecadando 69 mil dólares para pesquisas da aids.

O ex-atleta olímpico Bruce Jenner, que vem fazendo uma transição para a nova vida como mulher, revelou seu novo nome, Caitlyn Jenner, no início deste mês, quando apareceu na capa da revista Vanity Fair com um espartilho branco sem alça.

Miley decorou o cabelo e o espartilho de Caitlyn com cores ousadas e deu as duas capas personalizadas para a Fundação para Pesquisas da Aids (amfAR, na sigla em inglês). As capas ainda foram autografadas por Caitlyn.

A instituição de caridade aproveitou o Inspiration Gala, que realizou em Nova York na noite de terça-feira, 16, para homenagear a cantora de 22 anos e dona de sucessos como Wrecking Ball e o apresentador de televisão norte-americano Andy Cohen por seu apoio à luta contra a Aids.

“Não me sinto merecedora.... isto é demais”, disse Miley no tapete vermelho do evento. Ela também é conhecida por sua Fundação Happy Hippie, que ajuda a arrecadar fundos e conscientizar as pessoas a respeito do público LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) e dos jovens sem-teto.

(Reportagem da Reuters Television, em Nova York)

 

Mais conteúdo sobre:
Miley Cyrusmúsicaaids

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.