Mídia dos EUA quer fim de sigilo no caso Jackson

As redes de TV americanas CBS, CNN, NBC, ABC, Fox News e o jornal New York Times entraram com pedido na Justiça dos Estados Unidos para acabar com o sigilo de documentos relativos à batida feita pela polícia no rancho de Michael Jackson em 18 de novembro. Os documentos que estão em sigilo são a ordem de busca, uma declaração de motivos para a ação e uma lista de objetos confiscados do cantor. O sigilo sobre este grupo de documentos foi decretado por 45 dias em 17 de novembro, um dia antes da busca no rancho Neverland. Eles já deveriam ser de conhecimento público desde 31 de dezembro, mas tanto o promotor do condado de Santa Bárbara, Thomas Sneddon, que processa o cantor, como o advogado de defesa, Mark Geragos, pediram para que continuassem sob sigilo. O advogado das empresas de comunicação, Theodore Boutrous Jr., pediu a divulgação dos documentos no próximo dia 16, quando Jackson vai, oficialmente, tomar ciência das nove acusações que pesam contra ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.