Robyn Beck/AFP
Robyn Beck/AFP

Michelle Obama abre o Grammy 2019 com discurso sobre música

Ex-primeira-dama dos EUA subiu ao palco ao lado de Lady Gaga, Jada Pinkett-Smith, Alicia Keys e Jennifer Lopez

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2019 | 23h36

A ex-primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, foi uma das convidadas para a abertura da 61.ª cerimônia do Grammy, a maior premiação da música mundial. 

Este ano, a cantora Alicia Keys é a responsável pela apresentação da cerimônia. Em seu discurso de abertura, chamou ao palco Michelle e as artistas Lady Gaga, Jada Pinkett-Smith e Jennifer Lopez

As cinco falaram, brevemente, sobre a importância da música. "Seja country, rap ou rock, música nos ajuda a dividir, seja nossa dignidade ou dor, nossa esperança ou alegria", disse Obama. "Nos permite ouvir uns aos outros e convidar os outros a entrar. Música nos mostra tudo o que importa. Toda história, toda voz, em toda nota de cada canção."

Logo após descer do palco, a cantora Lady Gaga já teve que retornar. Ela venceu o primeiro prêmio entregue na transmissão televisiva, o de melhor performance pop de duo ou grupo, por Shallow, sua música com Bradley Cooper da trilha sonora do filme Nasce Uma Estrela. Em seu discurso, falou sobre a importância do tema da saúde mental, abordada no longa, e agradeceu ao seu diretor no filme e parceiro na música, Cooper, que estava em Londres representando o filme na premiação BAFTA. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.