Michael Jackson vende rancho Neverland para ele mesmo

Não se sabe preço da compra da propriedade, mas é conhecido que ela aliviará milionárias dívidas do cantor

Efe,

13 de novembro de 2008 | 15h28

O cantor Michael Jackson vendeu seu famoso rancho Neverland, de mais de 1,3 mil hectares, que além de uma mansão contém um zoológico particular e um parque de diversões com estátuas de Peter Pan. Mas o rei do pop não vai se desligar completamente da propriedade que adquiriu em 1988, já que é sócio da empresa que comprou Neverland. Não se sabe nem o preço da operação nem o uso que terá o rancho a partir de sua compra pela Sycamore Valley Ranch Company, controlada por uma filial da financeira Colony Capital e o próprio Jackson. O que se sabe é que a transação aliviará as milionárias dívidas do cantor, que o levaram inclusive a desligar-se dos direitos sobre canções dos Beatles, além de ter sido processado por antigos sócios, seus contadores e outros empregados. Tudo isso aconteceu após o astro ter sido absolvido em um longo processo em que era acusado de abusar sexualmente de um menino de 13 anos, em 2005. Neverland permanece fechada desde 2006, a partir de uma ordem emitida pelas autoridades da Califórnia, quando o cantor foi multado por não pagar salários e seguros aos trabalhadores. Nesse mesmo ano, Colony Capital comprou a hipoteca da propriedade por US$ 24,5 milhões, o que evitou que Jackson se visse obrigado a leiloar o rancho para pagar a hipoteca.

Tudo o que sabemos sobre:
Michael Jackson

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.