Michael Jackson tem pânico de tribunal

Michael Jackson está à beira da falência, segundo as pessoas contratadas por ele há cinco anos para cuidar de suas finanças. Mas os advogados do cantor alegam que Jackson não está sofrendo tanto de infortúnios financeiros quanto de uma doença causada pelo excesso de processos judiciais. O astro pop já foi alvo de cerca de 1.500 ações judiciais durante sua longa carreira na música. Os advogados que estão atuando na mais recente, que deve ter audiência no tribunal de Los Angeles este mês, alegam que o ?dia da prestação de contas está chegando?. Documentos protocolados no tribunal de instância superior do condado de Los Angeles dizem que ele é ?uma bomba-relógio financeira prestes a explodir?. Segundo seu advogado, Brian Oxman, foram tantos os processos judiciais nos últimos meses que eles estão prejudicando Michael Jackson fisicamente. ?Já houve algumas ocasiões no passado em que ele até deixou de se alimentar?, disse Oxman. ?Ele fica muito preocupado e bastante nervoso com os depoimentos. Não gosta de ações judiciais, como todo mundo, e fica doente por ter de lidar com as questões judiciais que as pessoas parecem acumular sobre ele. Esta é a vida que Michael leva. Ninguém quer ser razoável. Todos querem agir de forma tresloucada.? Muitas das ações judiciais têm a frente pessoas espertas que sabem que o cantor vai preferir entrar logo em um acordo a ter de passar por um processo de litígio longo, freqüentemente alvo da mídia. Michael tem sido uma vítima, como muitos outros famosos e ricos, de advogados que sabem que obterão 40% do que seus clientes conseguirem e que Michael prefere um acordo envolvendo dinheiro em vez de passar por mais aborrecimento na Justiça. Estilo extravagante ? Essa ação recente está ligada a pessoas que o próprio Michael tinha contratado para tentar regularizar seus assuntos financeiros. O artista estaria devendo US$ 12 milhões de honorários e despesas à Union Finance and Investment Corporation da Coréia do Sul . Segundo a empresa, que protocolou a demanda judicial em Los Angeles, esses profissionais foram contratados por Michael Jackson para acertar suas questões financeiras em 1998, mas, na época do contrato, não estavam a par do estilo de vida extravagante do cantor.Leia mais sobre a vida de Michael Jackson

Agencia Estado,

09 de junho de 2003 | 15h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.