Michael Jackson quer vender seu rancho Neverland

Tudo indica que o popstar não quer voltar a morar em sua megapropriedade no condado de Santa Bárbara, na Califórnia, depois que foi invadida pelos policiais no dia 19 de novembro, em busca de provas que pudessem comprovar as acusações que pesam na Justiça contra ele, de ter abusado sexualmente de um menino de 13 anos. Segundo o colunista Roger Friedman da FoxNews, Jackson quer vender Neverland (Terra do Nunca), caso encontre um comprador, mas admite que a informação não é oficial. Mas, garante que o cantor está morando em uma mansão que alugou em Beverly Hills por algo em torno de US$ 70 mil e US$ 100 mil por mês, pagando seis meses adiantado.O colunista da FoxNews diz ainda que Michael Jackson estaria organizando, através de seu advogado Mark Geragos, uma reunião no Beverly Hills Hotel com todos os seus colaboradores para mostrar que eles não foram trocados pelo recente envolvimento do popstar com a Nação do Islã, uma organização de negros que tem fama de radical e de acirrar a violência racial entre brancos e negros americanos. A Nação do Islã teria sido convocada para cuidar da segurança de Jackson na prisão, já que o grupo tem muito poder nos presídios americanos.

Agencia Estado,

08 de janeiro de 2004 | 19h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.