Michael Jackson: "minha vida está em jogo"

A poucos dias de sua próxima audiência, Michael Jackson disse hoje que dispensou os dois principais advogados de sua equipe de defesa porque considera que sua vida está em jogo. "Ao contrário do que foi divulgado, essa foi uma decisão que tomei pessoalmente", afirmou o cantor. Jackson não deu nenhum motivo específico para demitir Mark Geragos e Benjamin Brafman. No entanto, deu a entender que não estava contente com a atenção que os advogados estavam dando a seu caso. "É imprescindível que eu tenha atenção total daqueles que estão me representando. Minha vida está em jogo", disse. Além do caso de Jackson, Geragos estava ocupado com um caso de assassinato. Ele defende Scott Peterson, acusado de matar a esposa grávida.Thomas Mesereau Jr., o novo advogado do cantor, defendeu o ator Robert Blake, acusado de matar a mulher. O advogado encontrou-se com Jackson em Orlando, na Flórida, onde o cantor está com os filhos. Dana Cole, uma advogada que trabalhou com Mesereau no caso Blake, disse que Jackson já havia entrado em contato com o advogado, mas que Mesereau não havia aceitado defendê-lo por estar muito ocupado. "Michael Jackson sempre se impressionou com o trabalho voluntário e com as contribuições de Mesereau para a comunidade afro-americana", disse Cole.

Agencia Estado,

26 de abril de 2004 | 16h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.