Michael Jackson fica frente a frente com seu acusador

O jovem que acusa Michael Jackson de abuso sexual ficou frente a frente com o astro pop na Corte de Santa Maria hoje, pela primeira vez, para testemunhar contra o astro pop. O adolescente, hoje com 15 anos, é a testemunha mais importante do caso. Espera-se que ele conte em detalhes sobre os abusos que teria sofrido pelo cantor no rancho Neverland.Com uma expressão de aparente escárnio, o garoto respondeu "sim" quando o promotor Tom Sneddon perguntou-lhe se ele reconhecia Jackson. O depoimento do menino seguiu o de seu irmão de 14 anos, que testemunhou ter visto Jackson abusar dele em 2003.O garoto, que sofria de câncer quando conheceu Jackson, disse que foi a um acampamento de comediantes em Los Angeles organizado por Jamie Masada, o homem que posteriormente lhe apresentou a Jackson. Disse que seu comediante preferido é o apresentador do Tonight Show, JayLeno e que ele sempre perguntava a Masada se Leno visitaria o acampamento, o que ele nunca fez. A defesa diz que Leno é uma das várias celebridades para quem a família acusadora pediu dinheiro. Segundo o garoto, ele começou a participar do acampamento depois que sua mãe viu um folheto. "Ela achava isso divertido", ele disse.O acusador de Jackson também testemunhou sobre as surras que levava do pai, que também batia em sua irmã e sua mãe; além de falar da época em que teve câncer. "Eu sentia que havia uma faca no meu estômago", disse o menino, que afirmou que às vezes dormia apertando um travesseiro na barriga para aliviar as dores.Jurados assistem vídeo favorável a Jackson - Antes do depimento do principal acusador de Jackson, o advogado de defesa do cantor, Thomas Mesereau Jr., exibiu ao júri um vídeo dramático em que a família acusadora aparece exibindo seu bom relacionamento com o cantor, que teria ajudado no tratamento de câncer de sua suposta vítima. O garoto aparece no vídeo, filmado na época em que ele recebeu quimioterapia, em uma cadeira de rodas e sendo amparado por Jackson. As cenas idílicas pelo rancho Neverland são acompanhadas pela voz de Jackson, cantando o sucesso I´ll Be There (estarei lá), que diz nas letras que "eu estarei lá para te confortar com meu mundo de sonhos". O irmão do acusador, que foi questionado mais uma vez hoje para o advogado de defesa de Jackson, disse que não sabia se já havia visto o vídeo. "Michael só esteve com ele (seu irmão) algumas vezes", disse o garoto, minimizando o relacionamento.A acusação diz que o vídeo fez parte de uma conspiração para fazer a família participar da recuperação da imagem do cantor, abalada depois da exibição do documentário Vivendo com Michael Jackson, em que o astro aparece de mãos dadas com seu acusador e diz que divide a cama com crianças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.