Michael Jackson faz show surpresa em Londres

Pela primeira vez desde que foi absolvido das acusações de abuso de menores, o cantor Michael Jackson apareceu no palco na quarta-feira, em Londres. O cantor, no entanto, decepcionou os fãs que assistiam à cerimônia do World Music Awards ao cantar apenas um pequeno trecho de We Are The World. A multidão esperava que ele cantasse Thriller. O cantor de 48 anos ganhou um tributo por ter vendido mais de 100 milhões de cópias ao longo de sua carreira. O prêmio foi apresentado pela cantora Beyonce Knowles, que disse: "Se não fosse por Michael Jackson, eu nunca teria me apresentado em público". Jackson foi ovacionado ao entrar no palco. "Amo vocês. Deus atendeu às minhas preces", disse o cantor. "Thriller se tornou o álbum mais vendido de todos os tempos, com 140 milhões de cópias vendidas. Eu amo todos os fãs do fundo do meu coração. Eu amo a Inglaterra." Ele deixou o palco ao som de vaias da multidão que esperava que ele cantasse. O cantor foi vaiado por se recusar a conversar com fãs. Jackson disse a repórteres que houve um "mal-entendido" de que ele iria cantar Thriller. Depois de cantar apenas uma parte de We Are The World, Jackson jogou sua jaqueta para o público e apertou as mãos dos fãs que estavam na primeira fila. Jackson também foi vaiado por fãs do lado de fora, por ter se negado a falar com eles quando chegou. Esses fãs enfrentaram horas em filas para poder ver o cantor. A passagem do cantor pela Grã-Bretanha tem tido forte cobertura da mídia, com fotógrafos e fãs acampados em frente ao hotel onde está hospedado, em Londres. Michael Jackson está morando no Oriente Médio desde o final de seu julgamento, em 2005.

Agencia Estado,

16 Novembro 2006 | 09h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.