Michael Jackson é processado por não pagar produtor

Um ex-produtor de Michael Jackson está processando o cantor, alegando que o "rei do pop" ainda não lhe pagou os US$ 3,1 milhões que deve com relação a empréstimos e serviços prestados. J. Marc Schaffel apresentou hoje o processo por rompimento de contrato, no qual detalha os numerosos empréstimos e serviços feitos a Jackson. Ele também afirma que o artista tampouco pagou o valor referente à participação de Schaffel nos documentários da Fox.Schaffel afirmou antes à Corte Superior que Jackson ainda lhe deve US$ 800 mil que correspondem aos documentários e US$ 2,3 milhões com relação a empréstimos e pagamentos nos últimos três anos. O produtor disse que desde 2001 emprestou a Jackson US$ 8,6 milhões, mas que só recebeu US$ 6,3 milhões. O processo exige que o cantor pague o valor devido, que inclui US$ 600 mil que foram utilizados para comprar uma jóia a Elizabeth Taylor e US$ 1 milhão para pagar a aparição de Marlon Brando em um show e um vídeo do artista.Jackson parou de pagar Schaffel em junho deste ano, diz o texto do processo, quando um dos irmãos do cantor tornou-se seu assessor financeiro. A porta-voz do cantor não atendeu aos telefonemas da agência Associated Press.O processo começa no momento em que o cantor enfrente outro processo, em que é acusado de abuso sexual de menor. O julgamento deste processo está marcado para janeiro de 2005.

Agencia Estado,

17 de novembro de 2004 | 16h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.