Michael Jackson dá rara entrevista para lembrar 'Thriller'

Após anos de silêncio, boatos e umjulgamento sórdido, Michael Jackson concedeu sua primeiragrande entrevista nos Estados Unidos em uma década. Jackson, 49 anos, aparece na capa da revista afro-americanaEbony para lembrar o 25o aniversário de "Thriller" -- o álbumgravado em estúdio mais vendido do mundo, responsável portransformar Jackson em superastro. A foto da capa da revista, cuja edição de dezembro chega àsbancas em 12 de novembro, vem causando quase tanta reaçãoquanto a entrevista propriamente dita, que mal trata dasconsequências do julgamento de 2005, quando foi absolvido dasacusações de abuso sexual infantil. Michael Jackson é mostrado vestido inteiramente de branco,com pele reluzente cor creme. Um post no blog sobre cultura popdotspotter.com comenta: "Michael Jackson só pode ser a pessoamais branca que já esteve na capa da revista Ebony". No passado, Jackson atribuiu o embranquecimento gradual desua pele a uma doença chamada vitiligo. Na entrevista, Jackson não deixou entrever o que o futurolhe reserva, apesar dos rumores dos últimos anos de que eleestaria preparando sua volta por cima. Jackson, que tem três filhos, disse à Ebony que vai aoestúdio diariamente, mas não especificou se está trabalhandosobre um álbum novo. Harriette Cole, diretora criativa da Ebony, passou um dia emeio com Jackson durante a entrevista e a sessão de fotos, edisse que "a impressão que ele dá é de alguém mais ou menosnormal". "Ele tem 49 anos. É adulto. Se você aprende com seusreveses, sai fortalecido. Ele me pareceu um exemplo disso",disse Cole ao programa Today, da NBC, esta semana. "Francamente... ele estava normal." Trechos da entrevista à Ebony foram divulgados enquantosurgia a notícia de que Jackson pode perder seu famoso ranchoNeverland, na Califórnia central, devido a dívidas. Os assessores do cantor não retornaram telefonemas pedindoinformações. Jackson deixou Neverland após o julgamento de 2005, tendodepois vivido por algum tempo na Irlanda, em Dubai e em LasVegas. No momento, está vivendo na costa leste dos EUA. Consta que o ex-superastro do pop estaria pretendendolançar uma edição de 25o aniversário de "Thriller" ainda emnovembro, com quatro faixas novas e quatro remixadas. Ele teria trabalhado nisso com Kanye West, Akon eWill.I.Am, dos Black Eyed Peas. O "Thriller" original, de 1982, vendeu mais de 104 milhõesde cópias em todo o mundo e foi o primeiro álbum do mundo arender sete singles que figuraram entre os Top 10 daBillboard.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.