Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Michael Jackson dá primeira entrevista desde julgamento

Para comemorar 25 anos de 'Thriller', cantor faz revelações sobre acusações de pedofilia e sua carreira

Efe,

08 de novembro de 2007 | 12h28

O cantor americano Michael Jackson vai se abrir ao seu público na segunda-feira, na edição de dezembro da revista Ebony, à qual deu sua primeira entrevista desde que foi declarado inocente da acusação de abuso sexual de um menor, em 2005. O site da rede MTV publicou nesta quinta-feira uma antecipação da entrevista. Nela, o astro diz que sua maior inspiração musical é o compositor erudito russo Pyotr Ilyich Tchaikovsky. Além disso, reflete como o hip-hop evoluiu e lembra o apelido que ganhou do produtor Quincy Jones. O cantor concedeu a entrevista para comemorar os 25 anos do seu álbum Thriller. Na entrevista, Michael Jackson conta que era chamado de "Smelly" ("Cheiroso") por Jones. "Não gostava de dizer palavrões e me referia a uma canção dizendo 'esta cheira'...", explica. O cantor também lembra que os dois se conheceram quando trabalhavam num filme sobre Berry Gordy, fundador da mítica Motown. "Tchaikovsky foi o compositor que mais me influenciou. Se você pega um álbum como 'Suíte do Quebra-nozes', cada peça é magnífica. Por isso, me perguntei por que não fazer um disco pop em que cada canção seja magnífica também", revela. Para Michael Jackson, a melodia é a parte mais importante de uma canção. "Se a melodia soa bem dentro da cabeça, geralmente fica boa quando você escreve", diz. Em relação ao hip-hop, ele admite que não acreditava que o gênero fosse melódico o bastante para atravessar fronteiras. Na sua opinião, seria preciso um "som mais relaxado" para sair dos Estados Unidos. Para fazer sucesso mundial, uma música deve poder ser cantada "tanto por um fazendeiro da Irlanda quanto por um limpador de banheiros no Harlem", opina. Para os fãs, Jackson avisa que está escrevendo muitas canções atualmente. "Estou no estúdio o dia todo", diz o cantor.

Tudo o que sabemos sobre:
Michael JacksonThriller

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.