Michael Jackson contra-ataca com vídeo

Michael Jackson quer se vingar na mesma moeda do jornalista Martin Bashir, que rodou o polêmico documentário em que o pop star aparece dizendo gostar de dividir a cama com crianças. Durante a semana passada, Jackson divulgou nota afirmando sentir-se "arrasado" e "traído" pelo jornalista, que teve permissão para acompanhá-lo por cerca de oito meses. Agora, ele avisa que Martin Bashir também foi filmado enquanto rodava seu documentário e um vídeo de cinco minutos será divulgado nas próximas 24 horas.Segundo comunicado distribuído ontem à noite, o vídeo mostra Martin Bashir elogiando as qualidades de Michael Jackson como pai e a maneira como lida com crianças. Já no polêmico Living with Michael Jackson, Martin Bashir diz preocupar-se com o tratamento que o pop star dispensa aos filhos. No mesmo comunicado, Jackson volta a afastar acusações de pedofilia e que só concordou em pagar os pais de um garoto de 13 anos, que o processaram em 1993, para evitar o "circo da mídia".Com toda a polêmica, Martin Bashir foi sondado pela emissora de TV americana ABC. Seu documentário, pelo qual a ABC teriapago US$ 5 milhões, teve uma audiência média de 27,1 milhões detelespectadores, uma das maiores na TV americana nos últimostempos e a maior para uma entrevista desde que a apresentadoraBarbara Walters conversou com a estagiária Monica Lewinsky em1999. Segundo o jornal The Guardian, o jornalista ainda nãorespondeu se aceita ou não a proposta, cujo valor não foirevelado. Ele também é conhecido pela entrevista emque a princesa Diana revelou que teve um affair.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.