Michael Jackson chega em Santa Bárbara

Michael Jackson voltou para a Califórnia hoje e chegou algemado ao departamento de polícia de Santa Bárbara, para enfrentar as acusações de abuso sexual de menores, que poderão levá-lo à prisão caso seja considerado culpado.Um avião particular aterrisou no aeroporoto de Santa Bárbara e rapidamente mudou de direção, entrando dentro de um hangar. Uma caravana de carros saiu do hangar em seguida, conduzindo o astro pop. De acordo com o xerife Jim Anderson, Michael Jackson devea pagar a fiança de US$ 3 milhões imediatamente após dar entrada na delegacia. Os procedimentos devem levar uma hora, até que seja feito o registro de sua apresentação à polícia e formulada a acusação, tiradas as impressões digitais, feitas as fotos e promovida a entrega do passaporte do cantor aos oficiais da polícia de Santa Bárbara.O irmão de Michael Jackson, Jermaine, disse à emissora de TV mnorte-americana CNN que "a família dá apoio 100% a Michael, 1000%. Michael é inocente. Meu irmão não é excêntrico. Nós tivemos uma infância incrível, maravilhosa. E o que eles estão fazendo é derrubá-lo com aquilo que ele mais amava. No fim de tudo, isto não é nada mais que um linchamento dos tempos modernos".O advogado de Michael Jackson saiu da delegacia para falar com dezenas de jornalistas que aguardam o prosseguimento do caso, que Jackson já havia pago a fiança de US$ 3 milhões. "Ele voltou especifivamente para contradizer essas acusações. Ele está altamente ultrajado pelo aparecimento dessas acusações, que considera uma grande mentira. Ele entende as pessoas que se sentem ultrajadas, porque se essas acusações fossem verdadeiras, eu asseguro que Michael seria o primeiro a ficar ultrajado. Eu estou aqui para dizer a vocês hoje, que Michael me autorizou a falar em seu nome, que essas acusações são categoricamente falsas. Ele espera o momento de ir a um tribunal para confrontar essas acusações de frente".

Agencia Estado,

20 de novembro de 2003 | 18h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.