Michael Jackson chega ao tribunal de Santa Maria

Michael Jackson retorna nesta terça-feira, segundo dia da seleção dos jurados, ao Tribunal de Santa Maria, na Califórnia. Foi saudado por um pequeno grupo de fãs. Trata-se de mais uma etapa do processo de julgamento do caso em que o cantor pop é acusado de dar bebidas alcoólicas e molestar sexualmente um menor.Jackson chegou hoje vestindo um terno preto com uma listra bordô e dourada na calça, uma camisa bordô e uma insígnia do lado esquerdo do paletó, usando óculos de lentes claras. Ontem, ele chegou à corte todo de branco e de óculos escuros, saudado por centenas de fãs. Na tarde desta terça-feira, o grupo de fãs tinha menos que cem pessoas.Com expressão serena, Jackson se dirigiu hoje, novamente, ao interior do tribunal.O juiz Rodney Melville vai entrevistar mais 300 pessoas que, somadas às 300 de ontem, e seguidas por mais 150 amanhã, deverão resultar na seleção de 12 jurados e oito suplentes.Michael Jackson, o cantor pop de 46 anos, foi legalmente intimado a participar do processo de escolha dos jurados. Na audiência de ontem, Jackson apenas ficou em pé e sorriu para os potenciais jurados, ouvindo, em silêncio, as perguntas formuladas pelo juiz Melville aos candidatos, ao lado de seus advogados de defesa e dos promotores.O juiz Melville disse aos possíveis jurados que eles deverão ficar disponíveis, porque o julgamento pode durar cerca de seis meses e que esta é uma tarefa muito importante. A maior parte dos candidatos é branca. Cerca de um quarto parecia ser de origem hispânica e poucos eram negros. Mais de mil jornalistas da Austrália, Inglaterra, França, Alemanha, Japão, México e Estados Unidos pediram credenciais para cobrir a triagem. A mídia e os fãs de Jackson lotam a pequena cidade de Santa Maria, que tem cerca de 80 mil habitantes.

Agencia Estado,

01 de fevereiro de 2005 | 16h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.