Angela Weiss/AFP
Angela Weiss/AFP

Metropolitan Opera de Nova York cancela toda a temporada 2020-21 por causa da pandemia

Ópera anunciou cancelamento por falta de segurança para retomar as operações até que uma vacina contra a covid-19 seja aplicada à população

Redação, AFP

23 de setembro de 2020 | 17h40

A Metropolitan Opera de Nova York anunciou nesta quarta-feira, 23, que cancelará toda a sua temporada 2020-21 por conta da pandemia de covid-19.

A ópera não retomará suas atividades até que uma vacina efetiva para o novo coronavírus seja aplicada na população, de acordo com o comunicado. Além do cancelamento, a Ópera apresentou nesta quarta-feira o calendário da temporada 2021-22, que será aberta com Fire Shut Up in My Bones, do músico de jazz Terence Blanchard.

A instituição afirmou que consultou autoridades de saúde pública antes de tomar a decisão e avaliar que não era segura a retomada das operações. De acordo com as autoridades consultadas pela Metropolitan Opera, uma vacina levaria ainda cinco ou seis meses para ser disponibilizada a nível nacional.

O gerente geral da Metropolitan Opera, Peter Gelb, mencionou pesquisas nas quais os espectadores estimam que levará "tempo" antes que o volume de espectadores volte aos níveis pré-pandêmicos. "A incapacidade de produzir pesa muito sobre nossa organização", disse Gelb, também citado no comunicado. Para sobreviver, será necessário "reduzir nossos custos indiretos", acrescentou, sem dar detalhes.

O orçamento da ópera chegou a 312 milhões de dólares na temporada 2018-19, com uma receita de bilheteria de 85 milhões de dólares naquele período. A maior fonte de receita da instituição vem do mecenato.

Tudo o que sabemos sobre:
Metropolitan Opera Housecoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.