Metallica recebe o chamado Nobel da Música

Prêmio sueco Polar reconhece ações excepcionais no âmbito musical; entrega será em junho

Reuters

14 de fevereiro de 2018 | 18h24

ESTOCOLMO - A banda de heavy metal norte-americana Metallica recebeu o prêmio musical Polar nesta quarta-feira, 14. Criado em 1989 por Stig Anderson, editor e empresário da banda sueca Abba, o prêmio se tornou uma honraria cobiçada tanto na música clássica quanto na popular.

+++ Metallica prossegue com seu metal, mas agora mais adulto e com tranquilidade

"Receber o prêmio musical Polar é uma coisa incrível", disse Lars Ulrich, baterista e cofundador do Metallica, em um comunicado publicado no site da banda. "Ele nos coloca em uma companhia muito distinta. É um grande reconhecimento de tudo que o Metallica fez nos últimos 35 anos. Ao mesmo tempo, sentimos que estamos no auge, com muitos anos bons à nossa frente". Entre os homenageados anteriores estão Yo-Yo Ma, Paul Simon, Kronos Quartet, Patti Smith e Björk.

+++ Metallica lança novo disco: 'Talvez o nosso melhor trabalho', diz Robert Trujillo

Fundado em 1981 por Ulrich e pelo guitarrista e vocalista James Hetfield, o Metallica é um dos grupos de rock de maior sucesso comercial da história, tendo vendido 110 milhões de discos em todo o planeta.

+++ Metallica ouve Molejo e diz: 'Gosto do ritmo. Lembra um coral', afirma o baixista

Dois prêmios são concedidos a cada ano, tradicionalmente para um artista clássico e outro popular. O comitê também premiou o Instituto Nacional de Música do Afeganistão e seu fundador, Ahmad Sarmast.

+++ Metallica encurta show após James Hetfield se sentir mal

Os vencedores receberão os prêmios, que incluem um cheque equivalente a 124 mil dólares, em uma cerimônia de gala em Estocolmo no dia 14 de junho.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.