James Estrin/The New York Times
James Estrin/The New York Times

Mestre do jazz, Jon Hendricks morre aos 96 anos

Conhecido por integrar trio com Dave Lambert e Annie Ross

AP

23 Novembro 2017 | 19h31

Jon Hendricks, o pioneiro cantor de jazz e letrista morreu aos 96 anos. Ao lado do trio Lambert, Hendricks & Ross, ele popularizou o canto "vocalise", um estilo em que as palavras são adicionadas a músicas instrumentais.

A confirmação foi da filha do músico Aria Hendricks que relatou a morte ocorrida nessa quarta-feira, 22, em um hospital em Manhattan. Hendricks encontrou a fama na década de 1950 e os anos 1960 se juntou com Dave Lambert e Annie Ross.

Seu trio interracial tornou-se um dos mais famosos vocais do jazz de sempre, e entre as estrelas dos últimos dias que influenciaram foram Joni Mitchell e Manhattan Transfer.

Era conhecido como um grande intérprete, e como professor, além de seu entusiasmo interminável. No primeiro dia de aula, ele costumava cantar a história do jazz aos estudantes, apoiado pelo baixo, bateria e piano. 

Mais conteúdo sobre:
Jon HendricksJazzmúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.