Meirelles lança método para bateristas

Os bateristas profissionais e amadores já têm uma obra de referência. Pascoal Meirelles está lançando seu método de ensino, A Bateria Musical, pela Editora Vitale. O livro, com textos em português e inglês, traz ainda um CD com 15 músicas de Meirelles, para o estudante tocar junto e praticar os macetes revelados pelo mestre. "Foi também uma forma de divulgar minhas próprias músicas", diz ele. Meirelles tem 37 anos de profissão e começou tocando em bailes e boates de Belo Horizonte. "Já era músico quando fui estudar. Em 1975, ganhei uma bolsa da Berklee School, em Boston, onde passei quatro anos", conta ele. "Lá havia esse tipo de livro, específico para bateria, com partituras e análises de cada música." Na volta, trabalhou em estúdio e em shows e foi o baterista de alguns momentos antológicos da música popular brasileira. Ele está na ficha técnica do LP Terra Brasilis, de Tom Jobim; acompanha Gonzaguinha no samba O Que É, o Que É!, e Edu Lobo e Chico Buarque em O Grande Circo Místico. Fez também música instrumental e fundou o grupo Cama de Gato, o mais bem-sucedido no gênero. Nos anos 90, começou a ensinar música. "O livro é resultado dessa prática", informa Meirelles. Na introdução, ele escreve que tem quatro ideais como músico: tocar, compor, arranjar e passar o que sabe para as próximas gerações. Sem impor modelos. "Normalmente, quando dou aulas, não gosto de ficar ensinando, dizendo para tocar assim ou assado. Prefiro tocar com o aluno e dar as dicas à medida que surge a necessidade." O livro é também uma espécie de biografia de Pascoal Meirelles e da bateria, como instrumento musical. No prefácio, Paulo Moura informa que, até os anos 20, quando os grupos de Dixieland viraram moda também no Brasil, o suporte rítmico era feito por vários instrumentos tocados separadamente. Essa introdução serve para Moura dizer que Pascoal Meirelles ajudou a criar uma linguagem brasileira para o instrumento. Há também um álbum de retratos, afetivo e profissional e um texto contanto sua trajetória musical, tudo em inglês e português. A edição bilíngüe serve à carreira internacional de Meirelles. Como ex-aluno de Berklee, ele volta sempre à escola para dar aulas ou aos Estados Unidos para fazer temporadas. No próximo verão americano (entre julho e agosto) ele estará lá de novo, fazendo shows e ensinando seus segredos a profissionais. "Vou levar alguns exemplares", anuncia. "Algumas livrarias de lá já manifestaram interesse em vendê-lo." No Brasil, A Bateria Musical, livro e CD, vai custar R$ 35,00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.