Mehldau promete catarse ao piano

O pianista Brad Mehldau, anárquico alquimista do jazz, está de volta ao Brasil. Sua missão éingrata: ele vem para substituir o veterano Elis Marsalis, quetocaria no Bourbon Street e cancelou a vinda por "problemas desaúde na família". Mas quem pensa que Mehldau é apenas um tapa-buracosengana-se. Aos 32 anos, é simplesmente um dos maiores nomes dopiano a surgir na cena jazzística em uma década. Ele começou em1989, em Nova York, trabalhando com as bandas de Cecil Payne eJoshua Redman. O pianista também toca em Campos do Jordão, como partedas atrações do Festival de Inverno. Ele concedeu entrevista pore-mail.Agência Estado - Você está vindo para substituir Elis Marsalis. Você oconhece? Quais são suas impressões sobre o trabalho dele?Brad Mehldau - Encontrei-o brevemente em New Orleans uma vez efoi muito legal. Só o ouvi tocar uma vez em um concerto comMarcus Roberts e adorei.Na última vez que esteve aqui, você tocou "Logical Song",do Supertramp. Também fez um disco em homenagem a Nick Drake egravou "Radiohead". Diga-me: pop rock foi uma influência emsua carreira?Mehldau - Sim. Eu ouvia rock antes de descobrir o jazz e aindaouço, por diversão. O rock definitivamente foi uma influênciapara mim - o jeito de escrever música, por exemplo, e o senso demelodia. Jazz, pop music e música clássica me influenciaram. Ealguém como Nick Drake eu não acho que seja "pop" ou "rock" ou"folk". São apenas grandes, belas canções, tristes emelancólicas. Artistas são classificados, para mim, não peloestilo ou nacionalidade ou história, mas pela experiênciaemocional que proporcionam.Você gravou uma canção chamada "Elegy for WilliamBurroughs and Allen Ginsberg". Aquela estética da beatgeneration também foi uma fonte de inspiração?Mehldau - Ginsberg, Burroughs, Kerouac e outros capturaram algoessencialmente americano em seus escritos - um quê selvagem,algo que ainda não foi nomeado. Eles viram que aquilo estavadesaparecendo e escreveram sobre isso. Há uma verdade naquelesescritos e isso me impressionou.Você tocou aqui como sideman da cantora holandesa Fleurine.Como se sente acompanhando cantoras?Mehldau - Eu me divirto muito. Há um grande prazer em acompanharalguém. Mas, quando há um texto envolvido, aquilo acrescentaoutra dimensão.Quem está na sua banda e quais são os planos para essaturnê pelo Brasil? Gosta da nossa música?Mehldau - Meu trio é a mesma banda com a qual venho tocando nosúltimos sete anos. Larry Grenadier no baixo, Jorge Rossy nabateria. Nunca estive aí com um trio. Nossos sets variam de showpara show, temos umas 20 canções no repertório e fazemos um rodíziodelas, para manter as coisas com um frescor. Adoro Tom Jobim, éclaro. Suas canções têm uma beleza específica e um mundopróprio. Um dos meus discos favoritos é Elis e Tom.Estive no seu concerto no Teatro Alfa, dois anos atrás.Você vive uma espécie de transmutação no piano, contorce-se, fazcaretas. Como define tocar para uma platéia?Mehldau - Quero que a platéia tenha uma experiência emocional,porque para mim é uma catarse ouvir música. Mas o componenteintelectual é muito importante também. Às vezes, as pessoas nãotêm idéia de que o intelecto pode ser esteticamente prazeroso. Aplatéia, eu acho, pode ter diante de si essa escolha: umengajamento emocional e uma experiência intelectual. Geralmentetento oferecer ambos. Há canções que têm um forte sentimento quenão precisa de demasiada explicação e há outras - principalmenteminhas próprias composições - que têm uma qualidade maisdiscursiva. Quero sempre que o público se divirta com o que façoe não acredito em ninguém que diz que não se importa com o que aplatéia pensa. Mas, ao mesmo tempo, é importante ter comoverdade absoluta uma visão própria da música. E, é fato, eu saioum pouco fora de mim quando estou no palco.Serviço - Brad Mehldau Trio. Dias 10 e 11, às 22 horas. R$ 65,00a R$ 120,00 (couv. art.). Bourbon Street Music Club. Rua dosChanés, 127, tel. 5561-1643. São Paulo. Patrocínio: Diners ClubInternational

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.