Megashows no jubileu da rainha da Inglaterra

Começam a esquentar os preparativos parao jubileu de ouro da rainha Elizabeth II, o evento que deveagitar a Inglaterra no início de junho. A comemoração dos 50anos no trono vai ter dois megashows oficiais, com participaçõesde nomes como Paul McCartney, Elton John e Aretha Franklin, mastambém a aguardada volta do Sex Pistols a banda punk quecausou polêmica no jubileu de prata, em 1977, ao lançar o hitGod Save the Queen. Os dois shows oficiais, agendados para os dias 2 e 3 dejunho nos jardins do palácio de Buckingham, vão ter uma longalista de participantes da música pop e da música clássica. Jáestão confirmados também Eric Clapton, Queen, Tom Jones, a bandteen S Club 7 e até o vencedor de um programa de TV que fabricouo ídolo pop do momento, Will Young. Há rumores de que umasuperbanda formada por McCartney, Mick Jagger e Phil Collins váfazer uma aparição-surpresa. A direção musical do evento é deGeorge Martin, o lendário produtor dos Beatles. O único músicoque não aceitou o convite para participar foi Robbie Williams. Cada um dos shows vai comportar 12 mil pessoas e osingressos vão ser sorteados entre os inscritos por uma linhatelefônica especial. Grandes telões vão transmitir asapresentações ao vivo para parques e praças em toda aGrã-Bretanha e a BBC vai estar fazendo uma extensa cobertura doevento. E enquanto o evento oficial tem tudo para ser comportado os Sex Pistols preparam uma nova invasão. Em 1977, sob comandode Malcom McLaren, os integrantes da banda punk fizeram um showa bordo de um barco no rio Tâmisa para lançar e rodar um vídeopara God Save the Queen e acabaram sendo presos e passaramvários dias sendo ameaçados nas ruas, por conta do desrespeito àrainha. O refrão da música causou revolta por conta do trecho:"Deus salve a rainha, ela não é humana, não há futuro para a osonho da Inglaterra." Tudo indica que eles devem repetir a dose com barco e tudo, embora a banda não tenha confirmado o queexatamente vai acontecer no dia 3 de junho. De qualquer maneira, o grupo deve fazer muito barulho:em 27 de maio, chega às lojas o single remasterizado de GodSave the Queen, incluindo um remix do hino, feito peloprodutor Neil Barnes, da dupla Leftfield. A capa original, com arainha Elizabeth usando um alfinete de fralda no nariz, vai serreproduzida. A expectativa da gravadora é de que o single chegueao topo da parada britânica na semana seguinte, quando ocinqüentenário vai ser celebrado. Em 1977, a faixa chegou aosegundo lugar da parada, mesmo quase sem ser tocada nas rádios.O lançamento é apenas uma prévia para a caixa especial com osmaiores hits e raridades da carreira do grupo. Chega ainda ao mercado na mesma época o livro Destroy:Sex Pistols 1977, com mais de 170 fotos tiradas por Dennis Morris,um garoto que tinha apenas 18 anos na época e que foi contratadopara fazer os registros oficiais do grupo. Estão incluídasimagens de vários shows da banda, como o do rio Tâmisa, e depessoas-chave, como a estilista Vivienne Westwood e RichardBranson, o fundador da Virgin Records, que contratou o SexPistols. Uma exposição com as fotos deve acompanhar o lançamentoe uma turnê (a primeira desde 1996) estaria sendo planejada.Sobre o relançamento de God Save the Queen, John Lydon dizestar animado. "A Virgin está colocando a música de volta nomercado e eu estou aqui esperando o dinheiro", disse o cantorem uma entrevista na Inglaterra. Quanto à festa em comemoraçãodos 50 anos de trono da rainha, ele garante ser a favor. "Elessão a nossa família real: nós estamos pagando por tudo e querover o meu dinheiro valer a pena", disse ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.