Rainer Jensen/EFE
Rainer Jensen/EFE

Medvedev leva Bono para sua casa de verão no Mar Negro

Um dos temas principais do encontro deve os atos da ONG One, da qual Bono é co-fundador

EFE

23 de agosto de 2010 | 17h08

O vocalista da banda U2, Bono, foi convidado pelo presidente russo, Dmitri Medvedev, para a sua residência de verão em Sochi, balneário situado nas margens do Mar Negro, informou hoje o governo da Rússia.

 

"Espera-se que a natureza do encontro seja informal", disse um porta-voz do Kremlin ao jornal digital "Lifenews.ru".

 

Medvedev, que coleciona discos de vinil de rock, receberá Bono, um dos cantores mais populares do mundo e uma figura pública comprometida, conhecida por seus projetos humanitários.

 

O líder do popular grupo de rock irlandês voará a Sochi na terça-feira junto a outros ativistas para se reunir com Medvedev em um encontro previsto para as 16h30 no horário local (9h30 na hora de Brasília).

 

Um dos temas principais do encontro deve os atos da ONG One, da qual Bono é co-fundador, que também já foi conversado com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

 

Bono, que chegou a Moscou no domingo, convidou o presidente russo para um show do U2 no país na próxima quarta-feira.

 

"É provável que Dmitri Medvedev aceite o convite, mas a questão deve ser abordada no encontro", afirmou o representante do artista ao "Lifenews.ru".

 

Logo após aterrissar em Moscou no domingo passado, Bono e seus companheiros de banda, The Edge e Adam Clayton, saíram pelas ruas da capital russa.

 

O baterista do grupo, Larry Mullen, decidiu descansar em um dos luxuosos quartos do hotel onde o grupo está hospedado que custa US$ 4 mil a noite.

Tudo o que sabemos sobre:
MedvedevBono

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.