Reuters
Reuters

Médico enviou mensagem nervosa a assistente de Michael Jackson

Conrad Murray, 58, é o único acusado pela morte do cantor devido a uma intoxicação aguda de remédios

estadão.com.br,

28 de setembro de 2011 | 16h58

Foi divulgada nesta quarta-feira, 28, a mensagem enviada pelo médico de Michael Jackson, Conrad Murray, ao celular do assistente pessoal do cantor, Michael Amir Williams. Aparentando estar muito nervoso, Conrad Murray diz: "retorne a ligação agora". A revelação foi feita durante o segundo dia de julgamento.

Murray também teria pedido permissão para retornar à casa de Michael Jackson depois de sua morte para pegar alguns pertences que o cantor não gostaria que fossem divulgados.

Antes dele, foi ouvida Kathy Jorrie, a advogada da AEG responsável pelo contrato de serviço feito entre Michael e Conrad Murray. Ela foi a segunda testemunha desta quarta-feira, 28. Segundo ela, Murray atestou diversas vezes que "Michael estava perfeitamente saudável, para que eu não me preocupasse, que ele estava ótimo".

video platformvideo managementvideo solutionsvideo player

O promotor de This Is It, a turnê com a qual Michael Jackson voltaria aos palcos em 2009, foi a primeira testemunha a depor nesta quarta-feira, em Los Angeles, na segunda sessão do julgamento pela morte do cantor.

Paul Gongaware começou a depor no fim da tarde desta terça-feira antes de o juiz Michael Pastor decidir finalizar a sessão, que foi retomada às 8h45 locais desta quarta (12h45 de Brasília) na Corte Superior do condado de Los Angeles.

O médico Conrad Murray, 58, é o único acusado pela morte do cantor devido a uma intoxicação aguda de remédios em 25 de junho de 2009, e enfrenta a acusação de homicídio culposo que pode levá-lo à punição de quatro anos de prisão.

Durante a sessão inicial desta terça-feira, a promotoria descreveu o médico como um profissional avaro e negligente cujos "atos e omissões" acabaram com a vida de Jackson. A defesa argumentou que foi o cantor quem administrou em si mesmo os remédios que causaram sua morte. 

Tudo o que sabemos sobre:
Michael JacksonConrad Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.