McCartney quer transformar sobrenome em marca registrada

O ex-Beatle Paul McCartney iniciou os trâmites para transformar seu sobrenome em uma marca registrada que possa ser utilizada em uma gama de produtos que incluem roupa e comida vegetariana, segundo a edição de hoje do jornal inglês "The Guardian".De acordo com o diário, a empresa de McCartney, MPL Communications, fez a solicitação ao centro de marcas registradas de Londres, que disporá de três meses para lidar com as objeções que possam ser apresentadas. Depois desse tempo, um juiz decidirá se a marca "McCartney" cumpre todos o requisitos legais.Se o magistrado der o sinal verde, o músico, de 64 anos, teria o direito exclusivo de usar seu sobrenome como marca de numerosos produtos, como roupas, calçados, peixes e até carnes, apesar de o cantor se confessar vegetariano.Um porta-voz do ex-Beatle disse que a inclusão dos produtos de carnes na solicitação é só uma medida de defesa, já que "lhe oferecerá proteção contra a utilização de seu nome em produtos que desaprova".Paul McCartney fundou a MLP Communications para tramitar a gravação de seus discos após o fim dos Beatles, em 1970.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.