McCartney boicota logomarca do Rock in Rio

O ex-Beatle Paul McCartney boicotou a logomarca do Rock in Rio Lisboa no show de abertura do festival, nesta sexta-feira. McCartney exigiu da organização do Rock in Rio que a logomarca do evento e dos patrocinadores do festival fosse coberta durante a sua apresentação.Para o show do cantor e compositor, o arco situado no palco com o nome dos patrocinadores foi coberto por um pano negro. De acordo com a organização do festival, McCartney quer ser associado apenas ao show, mas não à marca do Rock in Rio ou aos patrocinadores do evento.Ainda segundo os organizadores, para McCartney, é como se ele estivesse se apresentando em um espaço de Lisboa que, por acaso, vem a ser o mesmo que o do Rock in Rio.Segurança O festival em Lisboa é cercado de um mega-esquema de segurança, por conta de temores de atentados. Portugal apoiou a operação militar comandada pelos Estados Unidos no Iraque.Além disso, uma semana após o término do festival tem início a Eurocopa. Por motivos de segurança, todas as ruas em um raio de um quilômetro do festival foram fechadas.Para ter acesso de carro às áreas próximas ao Rock in Rio Lisboa, moradores locais tiveram de cadastrar seus veículos com um mês de antecedêndia.Uma semana depois do fim do Rock in Rio, começa o Super Bock Super Rock, com nomes mais alternativos como Massive Attack, Pixies, Lenny Kravitz e Nelly Furtado.A posição oficial do Rock in Rio é de aceitar a concorrência. "É saudável. Então que tenham muitos eventos. Acho que, neste verão, o grande acontecimento está em Portugal", diz Denise Chaer, da organização do Rock in Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.