Maroon 5 rebate acusações de farsa no clipe de 'Sugar'

Banda invadiu casamentos e fez shows surpresa para os noivos

Gabriel Perline, O Estado de S. Paulo

19 Janeiro 2015 | 09h54

O grupo Maroon 5, liderado pelo vocalista Adam Levine, ficou entre os assuntos mais comentados nas redes sociais na semana passada devido à estreia do clipe de Sugar, terceiro single do álbum V. No vídeo, os integrantes invadem festas de casamentos na surdina e fazem um pocket show surpresa para os noivos e seus convidados.

Ao mesmo tempo que as reações positivas surgiram na rede, as negativas pegaram carona com uma corrente de pessoas afirmando que, na verdade, nada ali era surpresa e que todas as invasões às celebrações já haviam sido pré-combinadas com os anfitriões.

Em entrevista ao site do programa Entertainment Tonight, um representante da banda - não identificado - contou que o plano foi combinado somente com os noivos de cada casamento. "Se eles contaram para as noivas durante a festa, nós não sabemos, mas eles queriam que fosse surpresa tanto quanto a gente. Eles já tinham o palco paras as bandas que tocariam em seus casamentos, só fizemos umas alterações de continuidade para combinar as cenas da melhor maneira", explicou.

Sugar teve direção de David Dobkin, do filme Penetras Bons de Bico (2005), e exigiu fôlego de toda a equipe, com gravações que levaram de 10 a 12 horas por dia, durante três dias.

Em entrevista ao programa, durante o tapete vermelho do Globo de Ouro, Adam Levine disse que o processo de gravação foi intenso e estressante, porém prazeroso. "Ficamos felizes em fazer a surpresa para essas pessoas e fazê-las feliz. Ficamos felizes que eles gostavam da nossa banda também, senão seria um desastre total."

Mais conteúdo sobre:
Maroon 5músicapopAdam Levine

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.