Mark Knopfler cancela shows na Rússia em protesto contra repressão

O roqueiro britânico Mark Knopfler, fundador da banda Dire Straits, anunciou nesta quinta-feira o cancelamento de dois shows na Rússia, em protesto contra o que ele descreveu como repressão do governo local a entidades de direitos humanos.

Reuters

04 de abril de 2013 | 17h20

Promotores e autoridades tributárias russas fizeram buscas no mês passado em entidades como Human Rights Watch, Anistia Internacional e Memorial, mais antiga organização russa de direitos humanos. Críticos disseram que as ações tiveram como objetivo calar grupos que se contrapõem ao governo de Vladimir Putin.

"Diante da repressão de autoridades russas a grupos como Anistia Internacional e Human Rights Watch, eu pesarosamente decidi cancelar meus próximos shows em Moscou e São Petersburgo, em junho", escreveu o artista em seu site oficial.

O governo russo nega que esteja intimidando as organizações de direitos humanos.

(Por Alexei Anishchuk)

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICAKNOPFLERRUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.