Great Lakes Audio
Great Lakes Audio

Mark Farina, inventor do mushroom jazz, se apresenta em festa em São Paulo

DJ e produtor é atração da Turbulência, no PanAm Club, nesta sexta-feira, 7

Pedro Antunes, O Estado de S.Paulo

04 Abril 2017 | 03h00

Quando o DJ e produtor Lil Louis lançou a música French Kiss, seu maior sucesso, em outubro de 1989, ele próprio levou vinil de sete polegadas até a loja Importes, Etc., o melhor lugar para se comprar discos de house de Chicago, o berço do subgênero acelerado de música eletrônica. Eram apenas dez cópias daquela raridade. Só aqueles que frequentavam o estabelecimento de Paul Weisberg saberiam da chegada daqueles álbuns. “Era um período em que as lojas de discos eram pontos de encontro”, explica Mark Farina, um entre a dezena de pessoas que conseguiu ter uma cópia de French Kiss. “Foi uma época única.” 

E foi dentro dos clubes de house que Farina, hoje de 47 anos, cresceu. Tornou-se DJ e, nos anos 1990, iniciou um projeto chamado Mushroom Jazz, uma fusão do estilo criado no sul dos Estados Unidos com a house music que ele tanto tocou e ouviu. Em 2016, Farina completou 25 anos de carreira com o oitavo volume da série. É esse trabalho o centro da nova apresentação do DJ no País. 

Farina é atração da festa Turbulência, ao lado de Tamenpi e Mau Mau, nesta sexta-feira, 7, na casa PanAm Club, em São Paulo. “É sempre bom voltar a tocar aí”, diz o DJ, que, neste ano, deixou a loucura da cidade de São Francisco, onde morou desde que deixou Chicago, há 20 anos, para Dallas. 

“São Francisco estava se tornando uma cidade muito cara para se morar”, explica ele, pai de uma garota de 6 anos. Em casa, Farina conta com 30 mil discos em vinil (entre álbuns completos e versões de 7 e 12 polegadas). Dos álbuns de house, a filha gosta de alguns. Os preferidos dela, contudo, são com músicas do personagem Snoopy, tirado das tirinhas Peanuts de Charles M. Schulz, e do filme Moana – Um Mar de Aventuras, da Disney. 

Ao estabelecer para si um gênero próprio, o tal mushroom jazz, Farina desbravou um caminho que viria a ser percorrido, depois, por artistas como Kendrick Lamar, que uniu o jazz ao hip-hop. 

MARK FARINA 

PanAm Club. Hotel Maksoud  Plaza. Alameda Campinas, 150, Jardins, tel.: 3111-6330. 6ª (7),  às 23h59. R$ 30 (primeiro lote). 

Ouça Mushroom Jazz 8: 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.