Marisa Orth e Vanessa da Mata, encontro inusitado

Até pouco tempo, a atriz Marisa Orth e a cantora Vanessa da Mata não se conheciam pessoalmente. Admiravam-se, mas nunca estiveram juntas. Mesmo assim, Marisa se apaixonou pelo primeiro CD da cantora. Já Vanessa apreciava, como simples espectadora, a veia cômica da atriz. Agora, à convite do cantor, compositor e ator Carlos Careqa, as duas, juntas, vão abrir hoje o calendário de reuniões inusitadas, promovidas pelo projeto Encontros Improváveis, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). Idealizado por Careqa, o projeto propõe reunir, num mesmo palco, profissionais de diversos universos: cantores e compositores de vertentes totalmente diferentes ou mesmo de outras áreas. Além de estarem à frente de um show, os convidados podem interagir com o público presente. No caso de Marisa Orth e Vanessa da Mata, será um encontro de personalidades distintas. Enquanto Marisa é expansiva, Vanessa é tímida. Ambas estão em fase de ensaios há algum tempo. E estão se divertindo uma com a outra. Marisa Orth também trilha os palcos da música. Diverte o público há tempos à frente de sua banda Vexame, que executa o melhor da música brega. "Vanessa é cantora e compositora, eu sou atriz que se mete a cantar", frisa. "Queria que Vanessa contasse piada, mas ela não quer", brinca Marisa. "A interação com o público vai se dar na hora, talvez vamos compor uma canção com a platéia, vai ser um ato lúdico." Os próximos a participarem do projeto, no dia 5 de maio, são o músico Zé Miguel Wisnik e o diretor de teatro Zé Celso Martinez Correa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.