Maria Rita lança "Segundo" em SP

Quando Maria Rita Mariano decidiu-se definitivamente por seguir os passos da mãe, a cantora Elis Regina, e seguir a carreira musical, já tinha 26 anos. Quem havia vivenciado sua mãe em ação considerou-a um fenômeno, uma reencarnação. A artista nunca renegou o legado da progenitora, da qual herdou não só a voz, mas também o estilo de interpretação. Assim mesmo, vem buscando uma identidade própria nesses dois anos desde o lançamento de seu primeiro CD (Maria Rita, 2003), período em que passou pelas experiências não só do sucesso, mas também da maternidade.Seu segundo CD, chamado laconicamente de Segundo, foi produzido pelo compositor Lenine junto à própria artista, e conta com as faixas Caminho das Águas, Recado e Mantra, de Rodrigo Maranhão, mais Casa Pré-fabricada e Despedida, do vocalista dos Los Hermanos, Marcelo Camelo, além da música em espanhol Mal Intento, do ganhador do Oscar de melhor canção em 2005, Jorge Drexler, e Sobre Todas as Coisas, de Edu Lobo e Chico Buarque.Com a palavra, Maria Rita: "Apesar de o disco novo estar mais introspectivo que o primeiro, sinto que o show está mais forte, bem diferente do outro. Não quero renegar nada do passado, mas, seja pelo figurino, as canções ou o cenário, sinto que temos agora mais mensagem a passar, também pelas coisas que aconteceram na minha vida nesse período. Enfim, acho que o show tem mais elementos que dão mais liberdade de interpretação ao público".Serviço - CIE Music Hall (1.600 lug.). Av. Jamaris, 213, Moema, 68466040. 5ª, 21h; 6ª, sáb. e dom. 20h. Preço: R$ 50 a R$ 90

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.