Maria Rita ataca agora de DVD

O lançamento do DVD de Maria Rita Mariano é mais uma etapa da profecia cumprida. Em setembro, saiu o CD. Até o início desta semana, o álbum de estréia já vendeu 350 mil cópias. O DVD com o repertório do disco e gravado ao vivo no Bourbon Street, em São Paulo, chegou às lojas segunda-feira com a primeira tiragem pela Warner de 50 mil cópias já vendida. O preço sugerido é R$ 40. Até estourar para todo o Brasil, há poucos meses, a filha de Elis Regina e César Camargo Mariano era cultuada em um pequeno e escuro bar dos Jardins por poucas centenas de pessoas, que, rapidamente, tratavam de espalhar que, ?desde Elis?, nunca se ouvira nada igual. Com uma pesada estratégia de marketing, que incluiu avant-première no Fantástico da Globo, Maria Rita explodiu e arrisca a se transformar em um mito, como a mãe. Entre os extras que o DVD traz, há um depoimento dela em que fala justamente como foi difícil entender que a mãe era mais que uma cantora, que havia se transformado em um mito. Maria Rita se diz atordoada. ?Honestamente não esperava esse sucesso. Mas não nego a satisfação disso tudo?, disse. Maria Rita agora é reconhecida na rua. Rindo, ela conta que outro dia ao sair de um restaurante com uma amiga foi reconhecida por um manobrista. O DVD Maria Rita traz 14 músicas, as mesmas do CD. Foi gravado ao vivo, mas com uma platéia selecionada e uma iluminação muito trabalhada. Rita diz que acompanhou todo o processo de perto, dando palpite. ?Sou muito exigente. Ficou lindo.?No palco, ela diz que transmite honestidade e não se furta a nenhum sentimento. ?É uma entrega muito grande, que chega a ser ingênua.?O sucesso continua, com casas lotadas e uma agenda apertada com shows em todo o País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.