Marcos Mendonça extingue Orquestra Sinfonia Cultura

O presidente da Fundação Padre Anchieta, Marcos Mendonça, extinguiu na sexta-feira a Sinfonia Cultura, orquestra da Rádio e TV Cultura. O grupo vivia indefinição desde o fim da gestão, no ano passado, de Jorge da Cunha Lima à frente da fundação. Com 55 músicos, a orquestra custava R$ 3 milhões anuais ao Estado e era especializada na música brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.