Manu Chao faz show em Havana

O músico franco-espanhol Manu Chao se apresentou com sua banda Radio Bemba na Tribuna Antiimperialista de Havana, no Malecón, ao lado da sede diplomática norte-americana."Boa noite Cuba. Obrigado por virem. Radio Bemba está aqui!", gritou o cantor no início de seu único e gratuito show no país, em meio a uma turnê pela América Latina que começou no México e continuará na Venezuela, Bolívia, Chile, Argentina e Colômbia. Ativista antiglobalização e crítico do atual governo dos Estados Unidos, o artista de 45 anos cantou seu repertório, que mistura pop, reggae, funk e até uma rumba, para os milhares de jovens cubanos que lotaram a Tribuna "José Martí", cenário recente de atitudes desafiadoras entre Washington e Havana. Bandeiras de países latino-americanos apareciam entre multidão, em meio à qual estava o ator Jorge Perugorría e políticos como o ministro da Cultura, Abel Prieto. Manu Chao usou um casaco laranja, com a frase "Todos temos o direto de ser feliz" na parte de trás, um lenço na cabeça, calça e tênis esportivo. Sua apresentação com o sexteto Radio Bemba Sound System incluiu sucessos como Clandestino, Desaparecido, Senhor Matanças e Welcome to Tijuana. "Esta música é dedicada àqueles do Primeiro Mundo que se escondem sob a palavra democracia", disse, ao começar a canção Senhor Matanças. O cantor também se referiu ao presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, como "o homem mais perigoso para o futuro de nossos filhos". Durante o show, a Seção de Interesses norte-americana, localizada atrás do local em que o palco foi montado, ascendeu um luminoso que transmitiu mensagens de direitos humanos, motivo dos recentes desentendimentos entre Estados Unidos e Havana. Em resposta, o público levantou 138 bandeiras pretas. "Bem vindo a Cuba, Manu Chao. Tudo é mentira neste mundo e por isso muitos cubanos também esperam a última onda", foi uma das irônicas frases que foi projetada no letreiro norte-americano, que "satirizou" títulos de músicas conhecidas do cantor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.