Maná traz o pop rock mexicano a SP

O grupo Maná veio ao País para mostrar aos brasileiros que o México tem muito mais do que mariachis e tequila, e que não é só Carlos Santana que sabe fazer rock cantando em espanhol. Em São Paulo desde o início da semana, o quarteto faz única apresentação hoje no Directv Music Hall.O Maná é o maior grupo de pop rock mexicano, e apesar de desconhecido aqui, traz na bagagem 4 prêmios Grammy e mais de 16 milhões de discos vendidos em todo o mundo. São também autores da música Corazón Espinado, sucesso do álbum Supernatural, de Santana - que os convidou para participar da turnê.Apesar de estar lançando um novo álbum, Revolucion de Amor, o quarteto explica que esse show ainda não faz parte da turnê de divulgação. "Como nunca viemos para o Brasil, preferimos primeiro apresentar a nossa música, alguns de nossos antigos sucessos, para depois voltar só com as músicas do novo álbum", explica o baterista Alex Gonzáles.Revolución de Amor é o sétimo lançamento da banda, e conta com a participação de grandes músicos, como o guitarrista Carlos Santana e o lendário Rubén Blades, nas faixas Justicia, Tierra y Liberdad (que entrará no show de hoje) e Sábanas Frías.Uma das características da música do Maná, além da mistura de rock com ritmos latinos e diversas influências, é o engajamento social. A letra de Cuando los Angeles Lloram, de 1995, por exemplo, é uma homenagem ao seringueiro e ambientalista Chico Mendes, assassinado enquanto lutava pela preservação da floresta amazônica.No mesmo ano, a banda criou uma ONG, a Fundação Serra Negra, que além de proteger a Costa Pacífica mexicana, também faz trabalhos sociais na comunidade indígena de Chiapas. "Acreditamos que a música é uma maneira de conscientizar as pessoas sobre estas questões ambientais e sociais", diz o vocalista da banda e idealizador da fundação Fher Olvera.Animados com a recepção que tiveram em uma tarde de autógrafos na megastore Fnac, em Pinheiros, os quatro estão certos de que vão conquistar de vez o público brasileiro. "O Brasil tem mais afinidade com o México do que com os Estados Unidos. Somos latinos, temos muitas semelhanças", acredita Alex.Maná - DirecTV Music Hall (Av. dos Jamaris, 213 tel.: 5643-2500) Hoje, às 21h30. Ingressos: de R$ 40 a R$ 60.

Agencia Estado,

28 de agosto de 2002 | 11h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.