Reprodução/Universal
Reprodução/Universal

Malásia proíbe hit 'Despacito' em rádio e TV estatais

Ministro também sugeriu que outras emissoras censurem a música por 'sensibilidade à cultura local'

AP, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2017 | 03h57

KUALA LUMPUR - Apesar do sucesso mundial recorde do hit Despacito, dos artistas porto-riquenhos Luis Fonsi e Daddy Yankee, a Malásia proibiu a reprodução da música nas emissoras de rádio e TV estatais do país a partir desta quinta-feira, 20. Já plataformas musicais como Spotify e YouTube podem manter a canção em suas listas.

A música foi "revisada e vetada devido a queixas do público sobre a letra obscena", disse o ministro das Comunicações do país, Salleh Said Keruak, em pronunciamento nesta quinta. O ministro também sugeriu a outras emissoras que censurassem a canção por sua conta, por "sensibilidade à cultura local".

O hit em espanhol foi lançado em janeiro por Fonsi e Yankee. Tanto a faixa original como o remix com o cantor Justin Bieber são as mais reproduzidas da História dos serviços de streaming na internet, com mais de 4,6 bilhões de plays, segundo a gravadora Universal. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.