Mais de 300 passam mal durante show do RBD em Manaus

Mais de 300 pessoas foram atendidas com desidratação e hipoglicemia durante o show de 1h15 do grupo mexicano RBD, na noite desta quarta-feira, em Manaus. O atendimento mais grave foi a uma estudante ferida no olho direito por estilhaços de uma lâmpada que explodiu em frente ao Sambódromo de Manaus, onde ocorreu a primeira apresentação da turnê da banda pelo País. Amanda Paixão da Silva, de 16 anos, segundo o médico que a atendeu, não corre risco de perder a visão. O show, que atraiu 20 mil pessoas ao Sambódromo, de acordo com a polícia militar, começou às 21 horas (horário de Manaus), com uma hora de atraso por conta de empurra-empurra na pista. Duas vezes, antes do show, um coordenador da organização pediu calma à platéia, caso contrário o grupo não iria entrar. Alfonso Herrera, um dos membros do RDB, pediu antes de entrar no palco: "Por favor, não empurrem, por favor, dêem um passo atrás". Em outubro do ano passado, numa tarde de autógrafos do grupo em um supermercado de São Paulo, três pessoas morreram e 40 ficaram feridas durante um tumulto.Durante todo o show de Manaus todos os seis membros do grupo pediram calma à platéia diversas vezes. "Tomem cuidado com os chiquititos (crianças)", disse Maite.Jéssica da Silva Torres, de 14 anos, ficou frustrada porque só conseguiu assistir às duas primeiras músicas. "Desmaei no empurra-empurra e só acordei no fim", lamentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.