Maioria não paga para baixar álbum do Radiohead

Banda havia deixado faixas de novo álbum disponíveis para download.

BBC Brasil, BBC

08 de novembro de 2007 | 12h20

Quase dois terços das pessoas que baixaram os arquivos do mais recente álbum da banda britânica Radiohead na internet não pagaram nada, segundo uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira.Os fãs da banda foram convidados a pagar o quanto quisessem pelos dez arquivos no formato MP3 que compunham In Rainbows, escolhendo um valor entre "nada" e o equivalente a US$ 200.Mas a empresa de monitoramento de internet Comscore descobriu que só 38% dos internautas estavam dispostos a baixar os arquivos quiseram pagar por eles.A maioria dos internautas que não desejou pagar - 60% - estava nos Estados Unidos, e 52%, na Grã-Bretanha, na enquete sobre o comportamento dos internautas feita com 2 milhões de usuários da internet.Mas a enquete revelou que entre os pagantes, os americanos se mostraram mais generosos.A média paga nos Estados Unidos foi de US$ 8,05, enquanto a média dos pagantes de outras partes do mundo foi de US$ 4,64.A diferença, segundo o site da Comscore, pode ser atribuída ao fato de que os consumidores dos Estados Unidos geralmente terem mais recursos para gastos supérfluos e porque lá é mais comum compartilhar arquivos.Mas especialistas da indústria fonográfica disseram que o relatório mostrou que só as bandas mais bem sucedidas podem se dar ao luxo de correr o risco de permitir que o consumidor decida o que quer pagar."Mas em algum momento num futuro não muito distante, vão se esgotar os artistas que tiveram apoio de uma gravadora grande para ajudá-los a formar uma enorme legião de fãs como o Radiohead", disse Michael Laskow, diretor-executivo de Taxi, uma empresa que ajuda as bandas a conseguirem contratos com gravadoras.Durante os primeiros 29 dias de outubro, 1,2 milhão de pessoas em todo o mundo visitaram o site do In Rainbows, mas nenhum dado oficial sobre a quantidade de arquivos baixados foi divulgado.O Radiohead assinou recentemente um acordo para a venda de In Rainbows em lojas, embora ainda não tenha sido marcada uma data para isso.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.