Madonna vai apelar contra decisão do tribunal de Malaui

Madonna vai apelar contra decisão do tribunal de Malaui

Advogado da cantora pop diz que ela vai apelar contra a decisão do juiz de negar a adoção de Mercy James

AP,

03 de abril de 2009 | 15h36

O advogado de Madonna disse nesta sexta que a cantora pop vai apelar contra a sentença de um juiz que negou seu pedido para adotar uma menina de 3 anos no país.

 

O ministro do Bem-estar havia apoiado o pedido de Madonna de adotar Mercy James, mas o juiz Esme Chombo se negou a relevar as leis que exigem tempo de residência no país para adoção.

 

Madonna entrou com o pedido nesta semana pela adoção temporária da menina de 4 anos de idade, Mercy James. O governo recebeu críticas após Madonna ter adotado o menino malauiano de 13 meses de idade, David Banda, em 2006, e foi acusado de driblar as leis, concedendo tratamento diferencial à cantora. Não há informações se a cantora vai recorrer da decisão desta sexta-feira.

 

Antes da sentença do tribunal, Madonna chegou a obter ontem o apoio da ministra do Bem-Estar para a Mulher e a Criança. Anna Kachikho disse ser favorável à adoção, pois "temos cerca de 2 milhões de órfãos no Malavi que precisam de ajuda e não podemos cuidar de todos como pais". Kachikho, cujo ministério processa todas as adoções no Malavi disse ainda em defesa da pop star: "ela mantém seis orfanatos através de sua fundação Raising Malavi, mantém no total 25 mil crianças".

Mais conteúdo sobre:
MadonnaMalaui

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.