Madonna recebe ameaças da máfia russa, diz tablóide

Madonna teria recebido ameaças de seqüestro da máfia russa, que aparentemente não quer que a rainha do pop leve no próximo mês a Moscou seu polêmico show "Confessions", no qual imita a crucificação de Cristo, segundo a edição deste sábado do jornal inglês The Sun.De acordo com o tablóide, a máfia russa tem ameaçado seqüestrar a artista americana e seus dois filhos, Lourdes Maria, de nove anos, e Rocco, de seis, se seguir adiante com seus planos de atuar na capital russa em 11 de setembro.Fontes ligadas à cantora disseram ao jornal que o marido de Madonna, o cineasta britânico Guy Ritchie, pediu a ela que redobre as medidas de segurança."Guy está muito preocupado e deixou claro que a segurança deve ser reforçada", disseram as fontes, acrescentando que "Madonna está consciente das ameaças de seqüestro, mas é corajosa e, inclusive, um pouco despreocupada no que concerne à sua própria segurança".A cena da crucificação em "Confessions" causou polêmica desde que Madonna iniciou sua turnê mundial em maio. A Igreja Católica criticou com dureza a montagem da cantora, e a Igreja Ortodoxa russa também se incomodou.Não é a primeira vez, segundo o jornal britânico, que Madonna recebe ameaças graves, já que em 2004 se viu obrigada a suspender três shows em Israel após ser ameaçada de morte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.