Madonna quer adotar menina de Maláui, diz mídia britânica

Madonna quer adotar, além do malauiano David Banda, de 1 ano e 2 meses, uma menina do país. Segundo a imprensa britânica, a pop star americana quer dar entrada no processo assim que David se sentir cômodo com a "nova família". Madonna, de 48 anos, e seu marido, o cineasta britânico Guy Ritchie, de 36 anos, planejam adotar a menina no mesmo orfanato onde vivia David, na cidade de Lilongüe.A estrela quer inclusive levar ao país africano seus dois outros filhos, Lourdes, de 10 anos, e Rocco, de 6 anos. "Vou adotar outra criança de Maláui em breve. Uma menina desta vez, para assim balancear mais", teria afirmado Madonna. "Mas primeiro gostaria de dar a Rocco e a Lourdes um pouco de tempo para que se acostumem com David. Na próxima vez que eu for até a África para visitar o orfanato, levarei meus filhos. Quero que abram sua mente para o resto do mundo".Madonna e Ritchie ficaram oito dias em Maláui e conseguiram a guarda provisória de David. Banda, pai do menino, assinou os papéis permitindo que o filho fosse adotado e o juiz Andrew Nyirenda concedeu às celebridades a permissão para levar David para Londres.Juiz decide em uma semana caso de Madonna em MaláuiA Corte Suprema de Maláui informou nesta segunda-feira que em uma semana vai decidir se uma coligação de grupos defensores dos direitos humanos do país vai ajudar a considerar se Madonna está apta a adotar David.O juiz Andrew Nyirenda realizou uma seção para ouvir os argumentos de uma coligação de 67 membros, incluindo a comissão de Direitos Humanos de Maláui. Os grupos sustentam a existência de irregularidades no processo de adoção.Temem também que a falta de clareza nas leis de adoção de Maláui facilite a exploração de menores por traficantes e pedófilos."Basicamente pedimos à corte que nos permita participar do processo, porque há muitos aspectos legais que queremos discutir", disse nesta segunda-feira Justin Dzonzi, presidente da coligação conhecida como Comitê Consultivo dos Direitos Humanos, após a audiência privada que durou uma hora e meia. O juiz emitirá sua decisão em 20 de novembro.Nyirenda outorgou à estrela pop norte-americana e a seu marido, a custódia temporária de David em 12 de outubro, só após um período de 18 a 24 meses de supervisão, o casal poderá formalizar a adoção permanente. As leis de Maláui estipulam que este período seja passado no próprio país, sob controle das autoridades locais, mas o juiz permitiu que o menino fosse levado para a casa de Madonna em Londres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.