Madonna proibida de estudar a Cabala

Um dos mais velhos cabalistas judeus, Isaac Kaduri declarou à imprensa israelense que está proibido ensinar a Cabala, o misticismo judeu, à cantora Madonna. Ele disse ao jornal Maariv que nem mesmo as mulheres judias estão autorizadas a estudar a Cabala. Kaduri disse que a nenhuma mulher se deve mostrar as Escrituras Sagradas. A polêmica surgiu após a divulgação dos planos de Madonna de visitar Israel para se aprofundar em seus estudos da corrente. Segundo especialistas, para se estudar o misticismo judaico é preciso ter um profundo conhecimento das Escrituras Sagradas. A atriz e cantora, que doou esta semana seis milhões de dólares para uma escola que se dedicará a difundir a Cabala, adotou recentemente nome de Esther. Madonna pretende visitar Israel em setembro, para participar das festividades do ano novo hebreu, além de conhecer locais importantes para os judeus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.