Madonna fará dois shows no Brasil em outubro

Agora vai. A cantora Madonna vai mesmo fazer dois shows da Confessions Tour no Brasil, em outubro, provavelmente no Morumbi, em São Paulo, e no Maracanã, no Rio. A empresa que vai trazê-la é a Planmusic, de Luiz Oscar Niemeyer, a mesma que organizou as turnês recentes no País das bandas Rolling Stones e U2. Madonna esteve no País em 1993.Os detalhes dos dois shows ainda não foram divulgados, porque a produção ainda negocia patrocínio. Os promotores brasileiros têm carta da cantora autorizando negociação de locais e patrocinadores. Não haverá o show gratuito na Praia de Copacabana, como foi especulado inicialmente.Madonna, que nesta quinta faz show no Canadá, no Bell Centre de Montreal, virá ao Brasil imediatamente após microturnê pelo Japão, a primeira no país em 13 anos. Lá, ela canta nos dias 16 (Osaka) e 20 de setembro (Tóquio). No Japão, um ingresso para o show de Madonna está custando em média US$ 500,00 (R$ 1.120,00). Esse é o principal problema para o promotor: trata-se de um show caro.Os ingressos para a Confessions Tour esgotaram-se em menos de uma hora na Inglaterra, levando a produção a marcar 7 novos shows (6 no Estádio Wembley). Cerca de 40 datas foram incluídas no roteiro, passando por cidades como Montreal, Hartford, Boston, Miami, Chicago, Fresno, Indio, Los Angeles e Nova York (4 noites no Madison Square Garden).Preferida dos paulistanosRecentemente, uma sondagem do Instituto QualiBest sobre as preferências dos paulistanos no show biz mostrou que a cantora é a artista mais aguardada pelos paulistanos: 14% dos consultados querem ver Madonna. Em seguida, vêm U2, com 6% da preferência; Alanis Morissette (4%), System of Down, Mariah Carey e Aerosmith (3%), Jennifer Lopez (2%) e Pearl Jam (2%). Foram ouvidas 770 pessoas por meio de questionários enviados via web.A volta do empresário Luiz Oscar Niemeyer ao show biz está sendo em grande estilo. Sua empresa, a Planmusic, associou-se à Accioly Entretenimento e trouxe Stones e U2, em fevereiro. Niemeyer é um veterano do ramo e esteve à frente de eventos como Rock in Rio 1, Hollywood Rock (88, 90, 92 e 93) e shows de Paul McCartney, Nirvana, Bob Dylan, Eric Clapton e Paul Simon, entre outros.Ao mesmo tempo, uma baixa na agenda do show biz: a cantora americana Lauryn Hill cancelou o show que faria em São Paulo e Rio nos dias 14 e 15 de julho. A empresa que negociava as apresentações, a CIE Brasil, informou que problemas de documentação levaram à suspensão do concerto, que era praticamente certo. Seria o primeiro show no Brasil da cantora, que ganhou 5 prêmios Grammy com o álbum Miseducation of Lauryn Hill (2000).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.