Efe
Efe

Madonna é vaiada na Romênia por defender ciganos

Apresentação da cantora pop envolve elementos da etnia, que sofre preconceito no Leste Europeu

Agência Estado e Associated Press,

27 de agosto de 2009 | 12h12

A cantora pop americana Madonna foi vaiada por milhares de fãs durante seu show em Bucareste, capital da Romênia, nesta quinta-feira, 27, por ter interrompido a apresentação para dizer que os ciganos, também conhecidos como Roma, eram descriminados na região.

 

A cantora disse que ficava "triste" pelo preconceito contra os ciganos e que ninguém deveria sofrer discriminação. Milhares das 60 mil pessoas vaiaram os comentários. Madonna não reagiu.

 

Músicos Roma e um dançarino Roma se apresentaram no show, realizado a alguns metros do gigantesco palácio do ex-ditador comunista Nicolae Ceausescu. As performances dos ciganos foram aplaudidas pela multidão.

 

Há oficialmente 500 mil ciganos na Romênia, mas o número real pode estar na casa dos 2 milhões. A questão do preconceito e da discriminação já foi muitas vezes levantadas no país e em outras nações europeias.

Tudo o que sabemos sobre:
músicaMadonnaRomêniapopshow

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.