Madonna diz que pai de David não aceitou sua ajuda

Em mais um capítulo sobre a adoção de um menino de Maláui que Madonna pretende consumar, a cantora afirmou em entrevista que será emitida nesta quarta-feira pela BBC que ofereceu ajuda ao pai de David Banda, para que ele permanecesse em Maláui, mas sua proposta não foi aceita. Primeiro, Madonna falou sobre a polêmica adoção no programa da apresentadora de TV americana Oprah Winfrey, no dia 25 de outubro. Agora é a vez da televisão britânica abordar o assunto. Na entrevista ao programa Newsnight, Madonna disse que se interessou pelo menino, de 13 meses, quando soube que ele tinha sido deixado em um orfanato e que não recebia visitas regulares do pai, Yohane Banda, e da avó. "Desde o dia em que o deixaram no orfanato, não foi visitado por nenhum membro de sua família e esta é a verdadeira razão pela qual me interessei por ele", disse a cantora, segundo a imprensa britânica, que divulgou alguns trechos da entrevista. "Se alguém tivesse me dito, ´seu pai vem todas as semanas´, ou ´sua avó o visita de forma regular e está bem cuidado´, não teria pensado em adotá-lo", assegurou a cantora. "Seu pai vivia a 50 ou 60 quilômetros, não tem carro, nem dinheiro e, pelo que disseram, se casou novamente", afirmou. Madonna, que visitou recentemente um orfanato em Maláui, obteve a adoção temporária de David por um período de 18 meses. O pai do menino o deixou na instituição porque não podia cuidar dele, segundo a imprensa britânica. Organizações Não-Governamentais pediram recentemente à Justiça de Maláui que revise a adoção, após as denúncias de que o processo foi acelerado por se tratar de uma pessoa famosa. O menino vivia em um orfanato em um povoado próximo à fronteira com o Zâmbia desde a morte de sua mãe por complicações no parto. A cantora já é mãe de Lourdes, uma menina de 9 anos que teve com o ex-preparador físico Carlos León,e de Rocco, de 5 anos, fruto de seu atual casamento com o cineasta Guy Ritchie.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.