AP
AP

Madonna confirma processo de adoção de menina no Malavi

Cantora tenta resolver documentação para nova adoção, apesar de críticas de que usa fama para agilizá-la

Associated Press,

31 de março de 2009 | 17h26

Madonna confirmou sua intenção de adotar uma menina do Malavi e disse por meio de sua porta-voz que ela está procurando resolver a documentação para a adoção, apesar das críticas de que ela usa sua fama para facilitar o processo.

 

Veja também:

linkONG britânica pede que Madonna reconsidere nova adoção

 

A pop star de 50 anos também confirmou que ela levou seu filho David de 3 anos para visitar seu pai biológico Yohane Banda pela primeira vez desde que ela levou o menino do país em 2006. Madonna e David visitaram depois o orfanato no povoado de Mchinji, onde o menino viveu.

 

"Madonna está comprometida em manter uma relação contínua com as raízes de David no país", disse Liz Rosenberg em um comunicado na manhã desta terça-feira.

 

Madonna chegou à África nesta semana com David, sua filha Lourdes de 12 anos e Rocco, de 8 e tem viajado pelo país e visitou o centro beneficente para crianças construído por ela.

 

A cantora confirmou que pretende adotar a menina Mercy James que tem cerca de 4 anos e cuja mãe de 18 anos não era casada e morreu logo após seu nascimento, segundo um tio da menina, John Ngalande. Seu pai está provavelmente vivo, mas mantém pouco contato com a menina, disse.

 

A ONG Mwakusungula criticou o desejo de Madonna de adotar outra criança do país, sugerindo que ela ajude a própria família a cuidar da menina.Por outro lado, há quem diga que a adoção poderá dar à menina enormes oportunidades que ela não teria ficando na África.

 

A primeira vez que Madonna viajou ao Malavi em 2006 foi para filmar um documentário sobre a pobreza e a crise da aids. Fundou a Raising Malawi, no mesmo ano, uma organização beneficente para crianças, que fornece alimentos, educação e cuidados com a saúde.

Tudo o que sabemos sobre:
Madonna

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.