Madonna chega ao Maláui acompanhada pelo filho adotivo

Madonna chegou nesta segunda-feira, 16, em Lilongwe, capital do Maláui, acompanhada pelo filho David Banda, para dar continuidade ao trabalho beneficente que iniciou no país africano no ano passado.A diva pop desembarcou no país usando um boné de beisebol e cercada de seguranças. Especulava-se que pudesse levar o menino de 1 ano David Banda - ela está no meio de um processo legal para adotá-lo - para que visitasse seus familiares, entre eles seu pai, Yohane Banda.A notícia de que Madonna voltaria ao Maláui motivou também boatos de que ela estaria pensando em adotar outra criança. No entanto, sua porta-voz, Liz Rosenberg, garantiu que não. "Ela está retornando para levar adiante seu trabalho com a organização Raising Malawi e para supervisionar a construção de um centro de saúde para crianças no país", informou Liz Rosenberg à Reuters, por e-mail. "Não há planos para outra adoção", garantiu.Madonna assinou documentos de adoção provisória de David quando ela e seu marido, o cineasta Guy Ritchie, visitaram o Maláui em outubro de 2006. A autorização prevê que ele passe 18 meses com a "nova família", durante os quais seu progresso será acompanhado por autoridades do Maláui, até que o país decida se concede a aprovação final para que o menino permaneça com a família da cantora.A adoção da criança por Madonna virou manchete em todo o mundo e levou alguns grupos de defesa dos direitos humanos do Maláui a questionar se ela teria utilizado sua condição de celebridade para passar por cima das leis que regem a adoção de crianças por estrangeiros, argumento desmentido pelos advogados da cantora.A polêmica ajudou a chamar a atenção mundial para a triste situação dos órfãos no Maláui, onde mais de 900 mil crianças perderam pai e mãe e outras 500 mil perderam um dos pais, muitos devido à devastadora pandemia de Aids no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.