"Madonna capixaba" vira hit na internet

Como um vírus, Gizele se espalhou pela web. Do dia para a noite, virou assunto em milhares de websites, blogs e e-mails, depois que uma página na internet divulgou suas letras com versões em português para os maiores sucessos da diva pop Madonna. Aclamada como a "Madonna capixaba" - apesar de não ter nenhuma semelhança física com a original -, ela transformou Papa Don´t Preach em Papai Não Brigue Não. Material Girl virou Garota Materialista. E o hit Holiday ganhou a versão Feriado, com direito ao refrão "Vamos fazer um feriado/É tempo de alegria". Tudo traduzido ao pé da letra. Essas versões foram reunidas no CD Em Busca da Vitória."Ainda estou muito surpresa com o que está acontecendo. Recentemente dei uma cópia do CD para um professor de inglês e ele foi parar na internet", explica Gizele Silveira, de 18 anos. "Gravei o disco quando eu tinha apenas 13 anos, como uma brincadeira. Aquele trabalho não é nada bom, minha voz estava mudando. Sem contar que eu era só uma criança e não tinha noção de muita coisa."Bom ou não, o disco virou objeto de desejo na internet. "Das 500 cópias que foram produzidas, sobraram 200 que estão ´escondidas´. E é melhor deixar assim por enquanto, porque antes quero mostrar alguma coisa de qualidade." Nem a oferta de um site, que quis comprar de uma vez todos os CDs, fizeram Gizele mudar de idéia. "Aquilo não tem mais nada a ver comigo", diz a capixaba. Mas ela garante que não se arrepende do que fez. "Só fico triste pelo fato de as pessoas julgarem sem procurar primeiro saber o que aconteceu."Isso porque, segundo ela, o disco esconde uma triste história. "Fiquei sem andar dos três aos oito anos por causa de uma artrite reumatóide, que é uma inflamação nos ossos. Os médicos chegaram a me dar apenas seis meses de vida", conta. "Foi quando conheci Madonna. Saí da cama e a primeira coisa que quis fazer foi dançar." Aos nove anos de idade, Gizele começou a participar de uma caravana que percorria as comunidades carentes de Vitória. "A gente tinha de fazer alguma coisa engraçadinha, naquela época criança que fazia dublagem era muito cotada. E foi o que fiz, até que surgiu a oportunidade de gravar o CD." Para traduzir as músicas, a capixaba conta que recorreu a um amigo. "Ele também era fã da Madonna, tinha tudo sobre ela. Eu ia na casa dele, pegava revistas que tinham letras traduzidas e ia montando as músicas em cima das traduções."O ano seguinte ela passou divulgando o CD. Por fim, veio a fama. "Em 1996, ganhei um quadro dentro do programa Mensageira do Saber, da TV Vitória. Era uma espécie de Passa ou Repassa, foi muito divertido". Logo em seguida, porém, ela abandonou tudo para estudar. Durante esse tempo, Gizele estudou música e fez um curso de teatro. "Hoje tenho uma escola de atores junto com um amigo. Ele ensina e eu administro." Como atriz, ela participou recentemente das filmagens de Se Você Quiser ao lado do ator Thierry Figueira, um curta-metragem que ainda não entrou em cartaz. Mas essa incursão pelo mundo do cinema não quer dizer que a carreira musical ficou para trás, garante ela. "Ainda quero gravar um single, só com remixes." Alguma música da Madonna? "Já estou pensando em duas... mas ainda não posso adiantar nada."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.