Madonna aborda mundo árabe em novo livro infantil

O quarto título da série de cinco livros infantis da cantora Madonna, As Aventuras de Abdi (Editora Rocco), chega às livrarias nesta semana. Nele, a cantora roda os séculos para trás e viaja a uma "terra distante e desconhecida". É o mundo árabe, com seus encantadores de serpentes, caravanas de beduínos pelo deserto, palácios, tendas, sedas, reis e trapaceiros. No centro da aventura está Abdi, um menino órfão que vive sob os cuidados de Eli, um joalheiro com poderes mágicos, e o ajuda no atendimento à clientela de seu protetor e professor. Certo vez, Abdi é incumbido de entregar à rainha um colar de pedras preciosas, presente do rei para o dia de seu aniversário. A jóia, esplêndida, tinha um fecho de ouro em formato de cabeça de serpente e uma língua de diamantes, resultado de quatro semanas de árduo trabalho. No início de sua longa jornada através do deserto Abdi encontra um grupo de beduínos que lhe dão carona, mas dois deles decidem roubar o colar de sua caixa e substituí-lo por uma cobra de verdade. Quando os reis descobrem o truque, Abdi é jogado na prisão, mas sempre orientado pelo lema de seu mestre ("tudo o que vem é para o bem"), não perde as esperanças. Cada etapa da aventura, desde o prazo curto para confeccionar a jóia até o desfecho, é pautada pelo poder da confiança, mesmo que não se entenda certos mistérios que pairam sobre os desafios. Recomendado para crianças a partir de 6 anos, o conto tem belas e detalhistas ilustrações do casal russo Andrej Dugin e Olga Dugina, responsáveis pelo projeto visual do filme Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. As Aventuras de Abdi será lançado em 110 países em 40 idiomas. Como fez com os três livros anteriores, Madonna vai reverter toda a renda deste para a fundação cabalística Spirituality for Kids Foundation. O quinto e último título da série infantil da cantora, Lotsa de Casha, será lançado em junho de 2005 e vai abordar a supervalorização da riqueza. As Aventuras de Abdi - De Madonna, Editora Rocco, 32 páginas, R$ 35

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.